segunda-feira, 14 de março de 2011

Warte Auf Mich In München


     Ninguém entende o que sinto por você e me acham uma vadia sem coração. o que as pessoas não entendem é que cada um tem sua forma de amar, esta é a minha.
     Não o deixei por falta de amor, e sim por amá-lo demais e saber que se permanecêssemos juntos acabaríamos matando o que sentimos um pelo outro. Prefiro esperar, quem sabe um dia no futuro quando formos adultos e maduros o suficiente para pararmos com jogos, sejamos sensatos o suficiente para recomeçar.
     Sinto-me uma adolescente amando pela primeira vez, ou uma garota inexperiente se apaixonado por um homem mais velho, não é este o caso, claro, até porquê sou mais insana e psicótica que você, mas é assim que me sinto quando estou contigo. O pior é que ao invés de progredir estou regredindo, tornando-me aquela criatura indesejável de outrora, a porra-louca que não se importa com nada nem ninguém a não ser si própria. E antes que você conheça este meu outro lado, estou fazendo minhas malas e voltando para Munique, quando você souber de minha partida já estarei do outro lado do oceano.
     Não encare isto como covardia de minha parte por não saber lidar com o que sinto, e sim como uma decisão sábia de alguém que te ama e não quer se magoar...
     Warte auf mich in München

3 comentários:

  1. Mas no final você diz em alemão espere por mim em Munique, insinua que você está fazendo as malas e esperando que ele vá encontrá-la lá, ou seria apenas uma forma sádica de satisfazer seu ego caso ele largasse tudo para ir atrás de você?

    ResponderExcluir
  2. Ele não largaria qualquer coisa que fosse para ficar comigo...

    ResponderExcluir
  3. Quem garante? Depois de nossa viagem pra Curitiba ano passado descobri que vindo de você tudo é possível!!!!!

    ResponderExcluir